Câmara Municipal de Tanabi/SP
Câmara cria “Medalha Rui Barbosa” para homenagear advogados de Tanabi

Câmara cria “Medalha Rui Barbosa” para homenagear advogados de Tanabi

O presidente da Câmara Municipal de Tanabi, Marcos Paulo Mazza (DEM), foi o autor do Projeto de Resolução n°013/2017 que institui a Medalha Rui Barbosa, patrono dos advogados no Brasil. O PR foi aprovado por unanimidade.
A Medalha Rui Barbosa será concedida ao advogado ou advogada que esteja regularmente inscrito na 245a Subseção da OAB de Tanabi, concedida anualmente no mês de agosto aquele profissional que se destacará em suas atuações, prestando serviços jurídicos relevantes aos cidadãos tanabienses.
O homenageado será indicado pela diretoria da 245a Subseção mediante consulta prévia anual a ser realizada entre os advogados e advogadas que estão devidamente inscritos. Além disso, a indicação deverá ser acompanhada pelo currículo do homenageado.
 Agosto foi escolhido por ser o mês em que se comemora o “Dia do Advogado” e a medalha será entregue pela Casa Legislativa em Sessão Solene.
“Ser advogado é ser um intercessor a favor de alguém. É sempre visar o estado democrático de direito, a cidadania, a moralidade, a justiça e a paz social. Nada mais justo homenagear àqueles que exercem relevante função social”, declarou Marcos Paulo.
Sobre Rui Barbosa.
Rui Barbosa nasceu em 05 de novembro de 1849, em Salvador, Bahia. Tornou-se patrono dos advogados brasileiros, em função de ter sido o mais importante profissional do Direito de sua época. Barbosa foi também um dos principais personagens da História do Brasil.
O jurista era dotado não apenas de inteligência privilegiada, mas também de grande capacidade de trabalho. Essas características permitiram-lhe deixar marcas profundas em varias áreas de atividade profissional, no campo do direito – seja como advogado ou como jurista, do jornalismo, da diplomacia e da politica.
Rui Barbosa foi senador, ministro e candidato a Presidência da República em duas ocasiões. Seu comportamento sempre revelou sólidos princípios éticos e grande independência politica.
Participou de todas as grandes questões de sua época, entre as quais a Campanha Abolicionista, a defesa da Federação, a própria fundação da República e a Campanha Civilista.
Orador imbatível e estudioso da Língua Portuguesa foi presidente da Academia Brasileira de Letras em substituição ao grande Machado de Assis. Por essas e outras, Rui Barbosa foi o escolhido a nomear o evento.
Barbosa faleceu aos 74 anos, em 01/03/1923 em sua residência, em Petrópolis.